Quem foi e o que fez Amácio Mazzaropi? Resumo da vida de Mazzaropi

Amácio Mazzaropi foi um cineasta brasileiro, nascido no bairro de Santa Cecília, em São Paulo, em 9 de abril de 1912. Ele ficou conhecido por produzir filmes de orçamentos modestos, mas muito engraçados.

mazzaropi

Mazzaropi deixou a casa de seus pais aos 14 anos para acompanhar o Circo La Paz. Para conseguir partir com a trupe, o garoto precisou falsificar seu documento de identidade.

O comediante viajou pelo interior do país, onde teve a ideia de criar um personagem com características caipiras. Em 1935, ele criou sua própria companhia de teatro. Em seguida veio a Trupe Mazzaropi.

Vida e Carreira de Mazzaropi

Em 1946, Amácio Mazzaropi foi contratado pela Rádio Tupi do Rio de Janeiro. Em 1950, começou a trabalhar na televisão.

Depois de sua passagem pela tv, Mazzaropi ficou famoso e acabou optando por se dedicar ao cinema. Inicialmente, ele atuou em oito filmes como ator contratado e, em 1958, fundou a Pam Filmes, Produções Amácio Mazzaropi.

O primeiro filme produzido por Mazzaropi se chamava “Chofer de Praça”. Com pouco dinheiro, os filmes do cineasta e comediante eram filmados numa fazenda emprestada que ficava na cidade de Taubaté, interior de São Paulo.

Os filmes de maior sucesso de Amácio Mazzaropi foram: Tristeza do Jeca, Meu Japão Brasileiro, Nadando em dinheiro, o Jeca e a Freira, entre outros…

Mazzaropi ficou conhecido por interpretar o caipira de fala arrastada, tímido e cheio de malícia. No início dos anos 70, ele construiu novos estúdios na cidade de Taubaté.

O artista nunca se casou, mas adotou um filho que o ajudou na produção dos filmes. O auge do sucesso de Mazzaropi foi entre as décadas de 1960 e 1970.

O cineasta morreu no dia 13 de junho de 1981, aos 69 anos de idade, vítima de câncer. Os antigos estúdios do cineasta foram transformados no Hotel Fazenda Mazzaropi, que até hoje mantém o Museu Mazzaropi, na cidade de Taubaté.

Ao todo, Mazzaropi produziu 32 longas-metragens.