Aspectos químicos da célula

Tudo sobre os aspectos químicos da célula

As leis que regem os fenômenos físico – químicos da matéria viva são as mesmas que regem os da matéria inanimada. Entretanto, os fenômenos vitais resultam de substâncias altamente organizadas em unidades denominadas células.

Para manter sua estrutura e realizar suas funções, a célula necessita de água, sais minerais, carboidratos, lipídios, proteínas, ácidos nucleicos e trifosfato de adenosina.

célula

Água

A água representa cerca de 70% do volume celular. Solvente de inúmeras substâncias, ela serve para transporte de materiais tanto intra quanto intercelularmente e participa de muitas reações químicas. Por isso todas as células dispõem de mecanismo para manter constante seu teor de água.

A quantidade de água varia conforme o tipo e idade do organismo e a atividade metabólica do órgão ou tecidos: é maior nos organismos mais jovens e nos tecidos e órgãos mais ativos.

Proteínas

As proteínas são as substâncias fundamentais dos seres vivos. Tomam parte nas estruturas membranosas, tubulares, filamentares e granulares de todas as células. são constituintes dos ossos (osseírla), dos músculos (actina, miosina, mioglobina), do sangue (albumina, globulina, protrombina, fibrinogênio), da pele (queratina), dos tendões, dos nervos, dos hormônios, dos anticorpos e das ensinas.

O radical –NH das proteínas funcionam como base e o radical -COOH funciona como ácido. Conforme a igualdade do número desses radicais ou o predomínio de um sobre o outro, as proteínas podem ser neutras, básicas ou ácidas. Daí a importância do pH das soluções onde elas se encontram.

Entre os alimentos ricos em proteínas podemos mencionar o leite e derivados (queijo, .requeijão, iogurte, coagulada), a carne, os ovos, . os legumes (feijão, vagem, soja, ervilha, lentilha, tremoço, amendoim, grão-de-bico, etc,).

As  células  vegetais  sintetizam  os  20  tipos  de aminoácidos  componentes  das  proteínas  de  que  nós necessitamos,  enquanto  que  os  animais  conseguem sintetizar  apenas  alguns  deles. É por isso que é aconselhável termos uma alimentação variada para podermos receber todos os aminoácidos de que necessitamos.

Sais Minerais

Os sais minerais podem ser encontrados na forma não dissociada e dissociados em íons. No primeiro caso, formam os esqueletos, as carapaças, as conchas e as cascas de ovos de muitos animais terrestres. Na forma dissociada, os sais minerais participam de numerosas atividades da célula.

Exemplos:

Os íons ferro (Fe” e Fe”‘) são importantes nas reações da cadeia respiratória (transporte de elétrons) e na composição da hemoglobina do sangue; onde sua deficiência provoca a anemia.

Os íons iodeto (I ) participam da formação dos hormônios da glândula tireóide. É por isso que nos pacotes de sal de cozinha;

Além do cloreto de sódio (NaCl); deve haver também o iodeto de sódio (NaI).

Os íons carbonato (C0  ) e bicarbonato (HC0 ) são importantes na manutenção do equilíbrio ácido-base nos meios intra extracelular.

Ácidos Nucleicos

Os ácidos constituem um grupo de substâncias que dirigem a síntese das enzimas e assim, controlam as atividades químicas da célula.

Há dois tipos de ácido nucleico: ácido desoxirribonucléico (DNA) e ácido ribonucléico (RNA). Ambos são macromoléculas constituídas por três componentes: açúcar – desoxirribose (DNA) e ribose (RNA): bases orgânicas nitrogenadas púricas e pirimídicas: ácido fosfórico.

  • Bases púricas: adenina (A) e guanina (G)
  • Bases pirimídicas: timina (T), citosina © e uracila (U)

Uma base um açúcar e um ácido fosfórico combinam – se para formar um nucleotídeo, que é a unidade dos ácidos nucleicos. Como são cinco as bases nitrogenadas, formam – se cinco diferentes nucleotídeos.

O DNA é formado por quatro nucleotídeos diferentes adenina nucleotídeo, temina nucleotídeo, guanina nucleotídeo e citosina nucleotídeo, que se dispõem em longas cadeias ou seqüências, constituindo um polinuleotídeo.

O DNA existe no núcleo, nas mitocôndrias e nos cloroplastos. No núcleo, encontra – se nos cromossomos ligado a proteínas. O RNA encontra – se tanto no núcleo quanto no citoplasma. O DNA relaciona – se principalmente com a transmissão hereditária das características, e o RNA com o controle da atividade celular.

Lipídios

Lipídios são misturas de substâncias orgânicas com predomínio de esteres. Os lipídios apresentam as seguintes características físicas:

  • São insolúveis em água e solúveis em solventes orgânicos (benzina, clorofórmio, éter, álcool);
  • São untuosos ao tato;
  • Deixam mancha translúcida no papel.

Sob o aspecto biológico, os lipídios são substâncias importantes porque, juntamente com as proteínas, formam as membranas vivas das células (membrana plasmática. membrana nuclear) e as paredes de muitos orgânulos celulares (retículo endoplasmático, mitocôndrias, complexo de Golgi, etc.).Na forma livre, são fornecedores de energia e podem acumular-se para constituir reserva energética e funcionar como isolante térmico (no tecido adiposo).

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *