O Carcinoma Basocelular é considerado o câncer de pele mais comum. É um câncer de evolução lenta, que leva alguns meses ou anos para transformar-se em um nódulo, ulcerar e sangrar.

Está relacionado com a exposição solar.

O tumor raramente causa metástase, porém com o seu crescimento causa infiltração e destruição tecidual. Localiza-se na face (2/3 superiores), sendo menos comum no tronco e extremidades.

A apresentação mais característica é de uma pápula (bolinha), vermelha ou rósea que não cicatriza, cresce e pode sangrar.

Diagnóstico

O diagnóstico é confirmado através de uma biópsia de pele para exame anátomo-patológico.

Apresenta várias modalidades de tratamento que dependem do tamanho da lesão, da localização, do tipo e da idade.

Um médico especialista indica a melhor modalidade de tratamento.Os pacientes devem seguir o tratamento à risca, não só pelo controle local, mais porque estudos apontam que cerca de 40% dos indivíduos que tiveram este tipo de câncer tem risco de apresentar um novo carcinoma basocelular em cinco anos.

Prevenção

Algumas dicas para prevenção são: evitar exposição excessiva ao sol, usar roupas protetoras como boné, chapéu e óculos; procurar ficar á sombra; usar protetor solar UVA e UVB com fator de proteção 15 ou mais e reaplica-lo a cada duas horas; começar a prevenir na infância,por isso é importante a influência dos adultos na educação das crianças.