Capitalismo Industrial

O que é Capitalismo Industrial

O capitalismo industrial é um segmento do capitalismo vinculado ao desenvolvimento de tecnologias para aumentar o lucro das empresas.

Para diminuir o custo e problemas causados por funcionários, o próprio sistema capitalista viu-se obrigado a estimular a evolução de equipamentos e modelos de produtividade para garantir o acúmulo de riquezas. Por isso, na maioria das empresas, a produção deixou de ser manufatureira para ser mecanizada.

O capitalismo industrial é identificado primariamente entre 1780 e 1870, época em que as classes sociais eram trabalhadores assalariados, proprietários de terra e burguesia industrial.

O capitalismo industrial modificou o então dominante capitalismo financeiro. No capitalismo industrial, a classe trabalhadora foi obrigada a aceitar a determinação de lucro das empresas a qualquer custo, inclusive com demissões de funcionários em troca de equipamentos para fazer o trabalho.

Retirada do papel fundamental de produção, a classe trabalhadora teve que se ajustar ao novo formato e buscar capacitação para atender o novo modelo capitalista. Mesmo assim, a garantia de sobrevivência com o trabalho não é certa para todos. Surge então a classe do proletariado, que é aquele que se vê forçado a vender a própria mão-de-obra como mercadoria.

O trabalho assalariado é relação social vigente no capitalismo industrial. O capitalismo industrial está presente nos dias de hoje em todos os ramos de produção, desde metalúrgico ao químico, passando pelos alimentícios e etc.

Para que a industria funcione corretamente, ela necessita de eletricidade e segurança energética, por isso a locação de geradores é fundamental para que o ciclo do capitalismo industrial funcione corretamente.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *