Coleta seletiva em casa

O que é a coleta seletiva?

Define-se coleta seletiva, o ato de recolher e separar materiais possíveis de serem reciclados. Em geral é realizada por contêineres coloridos com a identificação do material a ser depositado no mesmo. Porém pode-se considerar para esse processo outras práticas.

Coleta Seletiva em casa

Veja algumas dicas de separação de resíduos

Numa caixa de papelão, podemos separar o papel reciclável: podemos depositar caixas, papelão, papel de escritório, jornais, revistas, cartolinas, entre outros, desde que não estejam muito amassados, sujos de gordura ou restos de comida. Dessa maneira podem ser doados a catadores, cooperativas de reciclagem, ou para o programa de coleta seletiva da cidade,se houver.

Em outra caixa, bem firme, podemos colocar lixo seco: plásticos, vidros e metais. Sacos e sacolas plásticas, CDs, disquetes, embalagens de produtos de limpeza, potinhos de iogurte e margarina, garrafas PET, tubos, caixinhas de
leite e de suco, garrafas de bebidas, potes de produtos alimentícios, copos, latas de alumínio, latas de produtos alimentícios, tampas de garrafa, embalagens metálicas de congelados, entre outros.Deve-se limpar estes produtos para evitar mau cheiro e atração de animais indesejáveis, além da sujeira que pode prejudicar o trabalho de quem faz a separação desses materiais para reciclagem.

Pessoas que possuem jardins ou vasos de plantas,podem separar o lixo orgânico,aquele gerado por restos de alimentos e, a partir daí utilizá-los para fazerem a compostagem ou mesmo minhocários. Isso resulta em compostos ricos em nutrientes para as plantas. Se realmente não puderem ser reaproveitados,devem ser colocados em um recipiente,este chamado de lixo úmido,esse considerado o lixo propriamente dito,que será encaminhado para os aterros sanitários.

Alguns materiais que não são recicláveis: Papel carbono, papel celofane, papel vegetal, papel filme, papéis encerados ou plastificados, papel higiênico, lenços de papel, guardanapos, fotografias, plásticos termofixos, embalagens plásticas metalizadas, isopor, espelhos, lâmpadas, ampolas de medicamentos, cerâmicas, porcelanas, tubos de TV, celulares, clips, grampos, esponjas de aço, tachinhas, pregos, entre outros.

Baterias, pilhas, lâmpadas, óleo usado e outros resíduos que são os mais agressivos ao meio ambiente, devem ser descartados em locais autorizados, por isso deve-se buscar informação na sua cidade.

A “Compromisso Empresarial para a Reciclagem” (CEMPRE), é uma associação sem fins lucrativos que disponibiliza em seu site: http://www.cempre.org.br/, um buscador, permitindo encontrar cooperativas, sucateiros e recicladores em todo o país.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Scroll Up