O que é o LSD e quem são seus usuários?

O LSD (Lysergsäurediethylamid- dietilamida ácido lisérgico) é conhecido também com outros nomes como doce, ácido, gota, papel e microponto. Os usuários são geralmente adolescentes e jovens em busca de sensações novas e “coloridas”, pois com o consumo dessa droga, as formas, cheiros, cores e situações se modificam, levando a pessoa a criar ilusões e delírios. Pode ocorrer também um “flashback”, fenômeno no qual são sentidos os efeitos da droga após um período de semanas ou meses sem utilizá-la. Ela produz alterações no cérebro, atuando diretamente sobre o sistema nervoso.

Como o LSD é produzido?

É uma droga sintética, produzida em laboratório, que adquiriu popularidade na década 60. Não apresentava características prejudiciais a saúde. Seu consumo é através de via oral, injeção ou inalação, e encontrada sob a forma de barras, cápsulas, tiras de gelatina e líquida.

Quais são os efeitos e consequências do LSD?

Seus efeitos físicos são: dilatação das pupilas, sudorese, aumento da frequência cardíaca e da pressão arterial, aumento da temperatura, náuseas, vômitos. Duram de oito a doze horas. Em geral, dependem do ambiente, da qualidade da droga e da personalidade do indivíduo.

Como consequências estão: alucinações auditivas e visuais, sensibilidade sensorial, confusão, pensamento desordenado, perda do controle emocional, euforia alternada com angústia, dificuldade de concentração.