Igreja primitiva ou Era Apostólica, é o nome dado á uma fase do cristianismo, poucos anos após a ressurreição de Cristo (30 d.C) indo até 30 d.C.

Era um período de constituição das Igrejas, onde a maioria era localizada em Jerusalém, orientadas por Pedro, João e Tiago,apóstolos de Jesus.

Qual a origem da Igreja Primitiva?

Igreja tem origem grega ekklesia, e fazia referência a um conjunto, uma assembléia de pessoas com intenção de falar da Igreja (como Corpo de Cristo) e pessoas que esperavam sua volta. Em Jerusalém, era comum repartirem os seus bens. Alguns vendiam suas propriedades e bens materiais e forneciam à igreja, então responsável por dividir os recursos entre todos que faziam parte dela.

Igreja Primitiva

Assim surgiam os primeiros que cristãos: judeus e pessoas convertidas ao judaísmo, que tinham fé em Jesus Cristo (Cordeiro de Deus, que tira o pecado do mundo) e, como o Messias.

Por acreditarem nisso e se recusarem a adorar outros deuses e imperadores, foram perseguidos e presos. Ainda sim,reuniam-se para adorar a Deus.

Estevão, considerado o primeiro mártir cristão, morreu apedrejado. No momento de sua morte disse ver “o céu aberto”. Paulo, um funcionário do governo,assistia sua morte e,tinha como função matar cristãos. Numa de suas viagens,feita á Damasco,uma luz deixo-o cego por três dias.Sua explicação foi que teve um encontro com Jesus e por isso convertera-se e passou a ver Cristo como o verdadeiro Filho de Deus.

Muitas são as cartas de Paulo dirigidas as igrejas da época,como: Filipo, Corinto, Galácia, Roma, Tessalônica, Colossos, Éfeso. Cartas enviadas aos Hebreus e até mesmo a um homem chamado Filemom, pedindo que aceitasse de volta um escravo foragido e que havia se convertido, chamado de Onésimo. As cartas de Paulo e os Evangelhos que compões o Livro do Novo Testamento.

Escrituras do velho testamento

As escrituras do velho testamento eram lidos pelos cristãos em grego ou aramaico.

Na Igreja Primitiva, acreditava-se que Jesus voltaria e no dia de Pentencostes, como na passagem (At 2:1-4): “E, cumprindo-se o dia de Pentecostes, estavam todos concordemente no mesmo lugar; E de repente veio do céu um som, como de um vento veemente e impetuoso, e encheu toda a casa em que estavam assentados. E foram vistas por eles línguas repartidas, como que de fogo, as quais pousaram sobre cada um deles. E todos foram cheios do Espírito Santo, e começaram a falar noutras línguas, conforme o Espírito Santo lhes concedia que falassem”.

Embora Paulo não tenha conhecido Jesus, como outros apóstolos,os cristãos acreditam que ele recebeu o Espírito Santo e foi inspirado para escrever as informações que hoje encontram-se na Bíblia.