São Tomás de Aquino – Quem foi Tomás de Aquino?

Tomás de Aquino nasceu no ano de 1225 em Aquino, na Itália. Hoje o local corresponde à região de Roccasecca, no Lácio.

Tomás de Aquino

De origem rica, estudou o curso primário no castelo de Monte Cassino. Em 1239, em Nápoles, aprofundou o conhecimento em filosofia ao entrar para o curso de artes liberais.

Nesse momento aproxima-se da teologia. Um ano depois, em Colônia, passa a seguir Aberto Magno. Graduado em teologia, foi trabalhar como professor em Roma.

Revolucionário

Revolucionário, ele alterou a forma de ensino da Universidade de Nápoles. Também Participou do concílio de Lyon, elaborado pelo Papa Gregório X.

Tomás de Aquino foi extremamente influente em sua época e deixou uma obra que fundamenta discussões filosóficas e teológicas. Seu trabalho mais conhecido chama-se Suma Teológica, que aborda a fé e sua doutrina de filosofia.

Tomás de Aquino colocou em pauta o combate da filosofia clássica e a doutrina cristã da Igreja Católica nesse livro. Por isso, é natural encontrar as teses de Sócrates, Platão e Aristóteles em sua obra.

Seu estilo impulsionou um movimento chamado tomismo, que é o culto e estudo filosófico baseados somente em reflexões.

A Igreja apoderou-se de sua obra e a utilizou para aumentar a fé dos seus seguidores na disputa contra os protestantes. Tomás de Aquino foi príncipe da escolástica e tornou-se santo, depois do processo de canonização, em 1323, promovido pelo Papa João XXII.

Ele faleceu na Abadia de Fossenova, antes de participar do concílio de Lyon, em 1274.